Check-In com Selfie do celular


No aplicativo da GOL, o usuário deverá fazer o cadastro da biometria facial através de uma foto, que ficará salva para os futuros Self Check-Ins

Gol inova e passageiro ganha tempo através da tecnologia

Selfie é documento. É o que coloca em prática a Gol Linhas Aéreas, com a sua nova ferramenta de Check In através de reconhecimento facial pelo celular. Por meio da câmera do smartphone e sem precisar enfrentar filas, o usuário pode realizar em alguns segundos a verificação de entrada para o embarque.

Disponíveis para voos nacionais e internacionais, a nova tecnologia – chamada Selfie Check-In – foi lançada no mês passado e está disponível para os sistemas Windows, Web, Android e iOS.

A partir da ferramenta, disponível no aplicativo da GOL, os clientes fazem o check-in, recebem informações sobre o destino, confirmação do portão de embarque e o tempo estimado até o horário do voo.

Com pouco mais de um mês de lançamento – disponível desde o dia 13 de junho – o recurso já foi utilizado para embarque em mais de 55 mil voos da Companhia, e já contabiliza o cadastro de aproximadamente 30 mil biometrias faciais.

COMO FUNCIONA

Usuário deverá fazer o cadastro da biometria facial através de uma foto

O usuário que quiser a ferramenta, precisa baixar o app e fazer o seu cadastro no sistema, fornecendo alguns dados, como nome, RG e CPF, e escolher uma senha para ter acesso a todos os recursos, incluindo o Selfie Check-In.

Após o cadastro do usuário, é só abrir a página principal do aplicativo e selecionar a opção do Self Check-In. No primeiro acesso a esta opção, o usuário apenas deverá fazer o cadastro da sua biometria facial através de uma foto.

Quando o usuário quiser fazer o check-in na GOL, ele só precisará clicar no botão “Self Check-In” no app e apontar a câmera para o próprio rosto. “No momento em que o recurso capturar a face da pessoa, o aplicativo vai gerar um cartão de embarque automaticamente. Não é necessário lembrar do localizador ou de qualquer tipo de senha. Basta ter uma conexão com a internet”, explica o diretor de Tecnologia de Informação da GOL, Paulo Palaia.

 

Previous Evaristo Costa se despede da Globo
Next Cinformando