10 dicas para uma ideia virar negócio


Com planejamento e pesquisa é possível lucrar muito com uma boa ideia (Foto: Jayme Moraes)

Análise de mercado e plano de negócios estão entre os principais tópicos. Gastróloga celebra sucesso da empresa que surgiu por uma necessidade básica

O sonho de virar patrão passa pela cabeça de muitos brasileiros, e ideias muito simples podem fazer com que esse sonho se realize. Mas para que a ideia se transforme em um grande negócio, é imprescindível que alguns passos sejam seguidos. De acordo com o administrador e analista técnico do Sebrae, Aurélio Fernandes Viana, o empreendedor precisa primeiramente reunir informações sobre o negócio que pretende abrir, e isso pode ser feito através da internet, conversando com especialistas da área, bem como através do material disponibilizado pelo próprio Sebrae.
“Segundo passo: é necessário que se faça um estudo de mercado para identificar a viabilidade mercadológica do negócio. E o terceiro, a elaboração do plano de negócios. Para isso pode-se fazer um agendamento para orientação técnica no Sebrae”, indica o analista.
Uma grande preocupação de quem deseja ter o próprio negócio é com relação aos custos desse investimento. Aurélio declara que é possível transformar uma ideia em um bom negócio gastando pouco, mas isso vai depender de alguns fatores como: o mercado escolhido, o perfil e o plano de negócios elaborado. O profissional orienta que o empreendedor deve levantar todo o investimento necessário para a implantação do negócio e ficar atento a todos os custos inerentes a atividade que será exercida.
Quem busca oferecer um produto ou serviço, se depara com o desafio de sempre dispor do melhor, e além disso, se destacar no mercado que sempre se apresenta muito competitivo. “Deve ser feita a pesquisa de mercado realizando um estudo dos concorrentes para identificar nichos de mercado e demanda que não estão sendo atendidas por eles. Deve-se também fazer uma análise dos fornecedores existentes, identificando os mais adequados e viáveis para entrar no mercado e concorrer com os negócios já existentes”, salienta Aurélio Viana.

IDEIA DE SUCESSO

Ideia de Marília surgiu a partir da necessidade de perder peso (Foto: Arquivo Pessoal)

Celebrando dois anos de sucesso da sua empresa, a gastróloga e coach em alimentação saudável, Marília Amorim, conta que a ideia veio pela necessidade de perder peso e se alimentar melhor. “Comecei preparando refeições saudáveis para meu próprio consumo, mas com o tempo as pessoas começaram a elogiar e considerar a proposta, foi quando eu comecei a pensar em montar a Beterraba Cozinha Saudável”.
A empresa de Marília dispõe de alimentos sem glúten, sem lactose e nenhum tipo de industrializado. Segundo a profissional, todos os dias o cardápio tem um prato diferente, balanceado com proteínas, carboidratos e muita salada. O serviço funciona por delivery – com entregas de segunda a sexta. Os valores variam pela compra do prato avulso – do dia ou congelado – ou por pacotes semanais, quinzenais ou mensais.
A gastróloga e empresária afirma que um grande desafio do seu negócio é conquistar o cliente, visto que o cardápio é diferenciado das marmitas tradicionais e inicialmente os clientes têm certa resistência, que logo na primeira experiência é superada. Marília Amorim declara que nesses dois anos o retorno dos clientes sempre foi muito positivo e valeu todo o investimento financeiro aplicado.
“Antes de abrir meu negócio, eu fui ao Sebrae para que eles me auxiliassem nessa jornada que é abrir uma microempresa no Brasil. Os impostos e as burocracias que precisamos lidar são complicados, mas se

Refeições com alto valor nutricional são o foco da empresa (Foto: Beterraba Saudável)

informando bem vale a pena. Também tem os cursos que eles oferecem ligados ao empreendedorismo, que auxiliam muito quem quer abrir um negócio. E esse investimento de estudo deve ser feito antes de abrir o negócio”, salienta. Curioso para conhecer a ideia de Marília que virou um bom negócio? Clique aqui e confira um pouco da Beterraba Cozinha Saudável.

ATENÇÃO ÀS DICAS!
1 – Obtenha informações sobre a atividade
2 – Realize estudo de mercado para identificar oportunidades de negócios
3 – Transforme a ideia em um modelo de negócios
4 – Pesquise os concorrentes
5 – Capte e prospecte fornecedores
6 – Faça estudo sobre o perfil do seu público-alvo
7 – Faça o planejamento do negócio
8 – Levante investimentos necessários para o negócio
9 – Faça a análise de viabilidade econômica e financeira do negócio
10 – Faça pré-teste e implemente o negócio

Previous Malasartes e o Duelo com a Morte é o filme com mais efeitos especiais do Brasil
Next Valadares Filho ataca gestão de Edvaldo Nogueira e diz que aracajuanos foram enganados