VIKINGS, UNI-VOS!


O Sancho abriu dois dias da seu agenda pra promover um almoço bárbaro. Como você não tá lendo coluna social, o bárbaro aí é sinônimo de bruto mesmo. Até o rapaz serve as carnes mantém as características do projeto. Cê diz: só um pedacinho. E ele serve do jeito dele. ‘Coma’.

O banquete Bárbaro do Sancho acontece toda quarta e quinta no almoço, e oferece costela de boi, pernil de porco e de cordeiro, um buffet completo com saladas, pão de alho, uns pimentões confitados que são muito bons. E custa R$ 3,99/100g. O chef Tadeu Almeida explica o preço: “a gente quer atrair a galera!”. Acertou!

O pernil suíno e o de cordeiro estavam excelentes. O bovino fez um estilo mais tenra, tem quem goste. A gente prefere mais mole, pra banguelo comer.

Aí vai uma dica final: tem um pãozinho ciabata lá olhando pra gente e convidando pra um sanduíche. Uma cebolinha roxa agridoce, mostarda e pernil suíno fica como dica bônus.

É uma bela iniciativa em tempos de mesmice.

O Sancho fica na Av. Beira Mar, depois da ponte do Rio Poxim, a do Parque dos Cajueiros, em Aracaju.

Previous Cinformando entrevista Grupo Sis
Next André Moura afirma que condenação é injusta e que juiz lhe negou direito a defesa