‘Abaixe o volume que hoje eu não quero beber muito’


Tuborg: ponto pra cervejaria

Quando você for a um show de Wesley Safadão ali na arena em frente ao Riomar, com o som de Ricardo Sá no volume máximo, saiba: tem ciência naquilo.

A cervejaria dinamarquesa Tuborg, preocupada – imagine! – com o consumo exagerado de álcool em festas buscou explicações científicas para promover o consumo consciente.

A companhia buscou um estudo realizado na França onde pesquisadores descobriram que música alta faziam com que as pessoas bebessem mais, e mais depressa. É coisa de beber um copo de cerveja três minutos mais rápido quando a gente compara pessoas que ouviram música a 72 decibéis com as que ouviram num volume de 88 decibéis.

A Tuborg desenvolveu os ‘beer plugs’, protetores auriculares em formato de copo de cerveja, diminuindo o volume e, assim, o exagero no consumo de bebida alcoólica. Na embalagem pode-se ler “Fato: Música alta faz você beber mais rápido” e “Proteja sua audição e beba com respeito”.

 

Previous Adriane Galisteu agora é global
Next Impunidade para Temer