Chef brasileiro assina os menus da KLM


Gratinado de mandioca com carne seco, da Business Class (Divulgação KLM)

O premiado chef brasileiro assina pratos da World Business Class e Economy Class nos voos que partem de São Paulo e Rio de Janeiro com destino a Amsterdã.

Rodrigo Oliveira é o chef proprietário dos restaurantes Mocotó e Esquina Mocotó, SP, e eleito o “Chef do Ano” e “Uma das cem personalidades mais influentes”. O restaurante Esquina Mocotó manteve sua estrela no aclamado Guia Michelin 2017 e o Mocotó entrou na categoria Bib Gourmand do guia.

Rodrigo Mocotó: o céu é o limite (Foto: Rodrigo Marques)

Os menus servidos na World Business Class são divididos em quatro ciclos com duração de três meses. A cada ciclo os menus serão trocados. Já na Economy Class serão dois ciclos de seis meses e a cada ciclo os menus também serão trocados.

Bora dar uma olhadinha boba no cardápio antes das portas fecharem em automático e a gente receber aquele biscoitinho básico? Bora!

Na World Business Class
, começaremos com uma salada feita de mix de folhas especiais, caju cozido no vapor, queijo coalho laminado, castanha de caju torrada e coentro. Entrada? Tem. 
Abobrinha laminada, queijo de cabra, manjericão, vinagrete de abóbora. Uma sopinha? Tem também. Creme de abóbora com gengibre. O prato principal se curva à três opções: uma 
carne de sol grelhada e fatiada, vinagrete de feijão fradinho, inhame em cubos. 
Pula que esse eu como em casa. Ou um filé de salmão chapeado, mix de arroz, molho de moqueca, cebolinha, farofa de castanha e coco queimado. Pode ser. Qual é o outro? Um nhoque de batata, semente de abóbora torrada, ragu de berinjela, cebolinha e tomate cereja. 
Pode ser também. Cadê a sobremesa? Cocada mole, mix de castanha e coco.

Ao acordar, o café da manhã traz duas opções: Omelete com requeijão, espinafre fresco salteado c/ milho e tomate cereja.
 Ou, panqueca doce de mandioca, melaço de cana.

Filé de salmão chapeado (Divulgação KLM)

Já na Economy Class as opções são mais reduzidas, porém, dá uma animada boa. Repare. No jantar, uma salada com Alface crespa, queijo parmesão, tomate, vinagrete de erva doce e erva doce fresca fatiada.

Existem duas opções de prato quente: um Gratinado de mandioca, frango e queijo, ratatouille e tomate cereja. Ou uma moqueca de peixe, arroz branco cozido, pirão de peixe e castanha de caju picada. Sobremesa? Bolo de mandioca, cocada mole, mix de castanha e coco. E ao acordar, muffin de coco, frutas frescas da estação, bolo de mandioca, peito de peru e queijo com molho de tomate.

Brasileiríssimo.

Previous O piso correto para cada ambiente
Next CINFORMANDO – Lá e cá!