Plano de mobilidade urbana , do Ministério das Cidades , recebe pouca adesão de municípios brasileiros


Plano de mobilidade urbana contempla cidades brasileiras /Agência Brasil

Municípios com até 250 mil habitantes serão beneficiados. Cidades sergipanas se enquadram no projeto

Ainda é baixa a procura de gestores interessados na linha de financiamento para elaboração de planos de mobilidade urbana. De acordo com informações do Ministério das Cidades, dos mais de 1,6 mil municípios que estão dentro das especificações para que sejam beneficiados com o projeto, apenas 87 tiveram o cadastro aprovado.

Lançado no dia 12 de julho para municípios de até 250 mil habitantes , o programa define como ações para melhorias urbanas, além do planos, também o financiamento de sistemas de transporte público coletivo, qualificação viária, transporte não motorizado, bem como estudos e projetos.

Em Sergipe, dada a proporcionalidade dos 75 municípios – exceto Aracaju-, todos se enquadrariam no projeto , já que todos eles ainda não chegaram ao limite máximo de habitantes estipulado pelo Ministério das Cidades. Nossa Senhora do Socorro é o segundo município mais populoso – 150 mil-, perdendo apenas para Aracaju , que possui mais de 700 mil moradores.

Embora os dados sejam preliminares, contanto, o Ministério das Cidades não especificou a quantidade de municípios que receberam o aval para investimentos com recursos do plano de mobilidade.

 

 

 

Previous Cuidado com o golpe. Tifim Crédito ilude aposentado com "dinheiro fácil"
Next Dado Dolabella é preso no Rio por dívida de pensão alimentícia