Oficina clandestina de armas de fogo é fechada pela Polícia Civil


Foto divulgação Polícia Civil.

Uma oficina clandestina de armas de fogo foi fechada pela Policia Civil na tarde desta quinta-feira, 24, no Povoado Guararema em Umbaúba. Uma pessoa foi presa e trinta armas foram apreendidas. Derval Henrique dos Santos, conhecido como prefeito da Guararema, era dono do local que fabricava, concertava e comercializava as armas de fogo.

Buscas foram realizadas e 30 armas de fogo foram apreendidas. Entre elas predominavam as espingardas de variados calibres, além de munições intactas e deflagradas, equipamentos utilizados na fabricação das armas também foram levados pela polícia.

A operação foi desencadeada por causa de denúncias de casos de ameaças com uso de arma de arma de fogo. O delegado Paulo Cristiano, responsável pela operação, afirmou que o caso surpreende devido ao tráfego de clientes na oficina, apesar das instalações precárias.

O proprietário da fábrica foi enquadrado na Lei n° 10.826/2003 (Estatuto do Desarmamento), foi preso e agora espera decisão judicial.

Casos como esse podem ser denunciados de forma sigilosa através do número 181.

Previous Liberada a parcela do 13º de aposentados e pensionistas
Next Caso Madeleine 10 anos