Indústria do Entretenimento dribla a crise e aquece a economia sergipana


Ocupação nos hotéis durante Fest Verão, Odonto Fantasy e Jeep Show

Apesar do desaquecimento da economia brasileira, a indústria do entretenimento continua em alta, crescendo no mercado de mídia e aquecendo a economia. Muitos sergipanos encontraram alternativas neste setor para driblar a crise financeira. Antônio Marcel trabalhava como garçom em um restaurante há 5 anos e o estabelecimento fechou as portas e decretou falência em dezembro de 2016. Antônio que sustenta a esposa e os dois filhos ficou  desempregado e começou 2017 investindo no comércio ambulante no Fest Verão.

“Percebi que era hora de me reinventar e correr atrás de algum meio para ganhar dinheiro e pagar as despesas da minha família. Investi em bebidas e fui vender nas proximidades do Fest Verão. Não sabia se ia dar certo mas apostei. No primeiro dia vendi tudo o que comprei para comercializar nos três dias da festa. Fiquei empolgado e comprei dobrado no dia seguinte e consegui vender tudo e ganhar um bom lucro. Com este dinheiro paguei as contas durante três meses e continuei fazendo esses bicos nos shows”, comemora.

O Fest Verão foi realizado em janeiro e recebeu atrações nacionais como Anitta, Gustavo Lima, Aviões do Forró, Saulo Fernandes, Simone e Simária, Nando Reis, Bell Marques, Marília Mendonça e Harmonia do Samba. A festa
reuniu cerca de 20 mil foliões por dia e o resultado foi comemorado pelos comerciantes.

Léo Santana se apresenta na Odonto FantasyEconomia e turismo
Além do comércio ambulante que possibilita uma renda extra, os shows atraem turistas para Sergipe e fortalece o turismo. O sucesso foi repetido em alguns eventos como o Garota Vip, comandado por Wesley Safadão, Gabriel Diniz e Bell Marques, Arraiá do Avião, com Aviões do Forró, Odonto Fantasy com Ivete Sangalo, Jota Quest, Léo Santana, Solange Almeida e Saulo Fernandes e nesse último fim de semana com o Jeep Show.

De acordo com Daniela Mesquita, presidente da Associação Brasileira de Indústria e Hotéis Sergipe (ABIH-SE), a indústria hoteleira comemorou o sucesso destes eventos. “A ocupação nos hotéis foi de 100% no Fest Verão,
Odonto Fantasy e Jeep Show. A procura foi grande também para o Arraiá do Avião, Garota Vip e festejos juninos além de alguns espetáculos teatrais”.

“Opções de eventos atraem os turistas para um destino e estes festivais de músicas estão gerando uma demanda para tornar Aracaju como um destino competitivo dos nossos concorrentes. Precisamos criar um calendário de eventos anual, definirmos datas dos eventos mais importantes para consolidar e gerar ocupação nos hotéis e  consequentemente movimentação nos bares, restaurantes, museus, shoppings, praias, táxis e agências de viagens”, explica.

Daniela Mesquita reforça que é necessário apoiar os eventos existentes e resgatar importantes como o Forró Caju. “Precisamos de um calendário programado com antecedência para investir na divulgação, melhorar a oferta e atrair ainda mais turistas. As pessoas já estão em busca da programação do Réveillon de Aracaju. Temos que aproveitar o potencial do destino e incentivar os eventos festivos, esportivos, gastronômicos e religiosos para atingir todos os
públicos e movimentar a economia do estado e a cadeia do turismo. Além de ajudar a divulgar Sergipe como destino na mídia nacional”.

A Prefeitura de Aracaju ainda não divulgou se vai realizar programação de Réveillon. Até o momento apenas duas festas foram divulgadas. O Réveillon Prodigy Paradise que vai ser comandado por Gil Mendes, Beto Sales,  Chicabana e o Réveillon Com Amor com Durval Lélis.

O gerente do Hotel Fazenda Boa Luz, Natanael Vieira, reforça o aumento da procura dos clientes em períodos festivos. “O hotel lota e a movimentação do Day Use aumenta porque as pessoas que não ficam hospedadas escolhem o hotel fazenda para descansar após os shows. Aumenta também o consumo nos restaurantes, lanchonetes e bares do estabelecimento. Procuramos oferecer um serviço ainda melhor para este público que é muito exigente. O feedback deles é muito bom porque um vai recomendando para o outro”, vibra.

Shows estão em alta
A Eventbrite, plataforma líder global em tecnologia para eventos realizou em todo o Brasil o estudo: Perfil dos fãs de música: tendências e previsões para 2017. O levantamento traz informações sobre essa indústria e mostra que cada vez mais as pessoas unem a tecnologia às experiências ao vivo. Os dados também indicam que, apesar da crise, as pessoas estão dispostas a aumentar a frequência nos eventos. Os dados da pesquisa mostram que o brasileiro frequenta em média 4 shows por ano e a expectativa é que esse número cresça.

Alguns segmentos dessa indústria foram afetados pela forte crise que teve ascensão neste difícil ano para a economia do país. Entretanto, a pesquisa aponta que as pessoas querem ir mais a eventos relacionados à entretenimento, 90% dos entrevistados afirmou que pretende aumentar ou manter a frequência em eventos.

Deivid Gonçalves comemora sucesso do show de Pablo Vittar

Entre os principais produtores de Sergipe estão Fabiano Oliveira, Téo Santana, Gustavo Paixão, André Vilela, Ricardo Douglas, Del Alencar, Solange Gomes e Mercinha Barreto.

Deivid Gonçalves é produtor de eventos e gerente do Suburbia, casa de shows que foi reaberta recentemente com o show do Pabllo Vittar. “O show foi um sucesso com ingressos esgotados mas o mercado do entretenimento perdeu muito na crise, com a perda do poder aquisitivo da população os preços dos ingressos diminuíram, tivemos que aumentar o relacionamento de cortesias, aumentando as promoções, buscando através de fornecedores melhores preços nos produtos no bar e negociando bastante com os artistas as condições de cachê”.

Aracaju também já recebeu neste ano grandes espetáculos de artistas como Tiririca, Tirulipa, Elizabeth Savalla, Paulo Gustavo, Renato Piaba, Fábio Porchat, Miá Melo, Zé Lezin e Whindersson Nunes. Muitos ganharam sessão extra e espetáculos também em Itabaiana.

-Quantos eventos foram realizados neste ano?
Ainda temos alguns eventos até o fim do ano, mas esse ano tivemos Show com Anavitoria, Minha Mãe é Uma Peça (com Paulo Gustavo), Meu Passado Me Condena (com Fábio Porchat e Miá Melo), Whindersson Nunes, show com Baiana System, show com Daniel Boaventura, O Topo da Montanha (com Lázaro Ramos e Taís Araújo), Fernanda Souza, Tirullipa, Tiririca, Eduardo Sterblitch e o Musical Mamonas

André Vilela comemora sucesso do espetáculo dom Fábio Porchat e Miá Melo

Comemorando 10 anos da Vilela Produções, o empresário André Vilela explica as maiores dificuldades enfrentadas na carreira.

“Captação de patrocínio é algo muito complicado, mas também existem outros fatores que atrapalham bastante. O fato de estarmos na menor capital do país é algo bastante complicado, pois até uma formatura ou um aniversário que tenham um grande artista pode atrapalhar o sucesso do evento. Tem também a questão que muita gente não considera evento como uma profissão, achando que é tudo brincadeira. A quantidade de leis que querem criar dando meia-entrada e gratuidade para algumas categorias é algo absurdo. Legislam como se tudo fosse uma brincadeira, dão descontos e benefícios em eventos sem criar uma fonte de subsidio. Isso é muito prejudicial a toda cadeia produtiva do setor.”, explica.

A advogada Vanessa Barbosa, que mora em Salvador, é fã de Paulo Gustavo e quando ficou sabendo do espetáculo dele em Aracaju ficou muito feliz. “Comprei meu ingresso na hora e logo me programei para passar o fim de semana com amigos em Aracaju. O fim de semana foi muito especial”.

“Sempre vou ao teatro e adoro comédia. O melhor espetáculo que chegou aqui neste ano foi o do Tirulipa. Mas gostei muito também do Tiririca, Paulo Gustavo e Whindersson. Vale muito à pena sair da rotina e se divertir no teatro”, recomenda o design de interior Edinaldo Roseno.

Mão dupla
“Sou festeiro de carteirinha e gosto muito dos shows de axé, forró, sertanejo, funk e arrocha. Me programo com meus amigos e ficamos na contagem regressiva para os eventos. Abrimos mão de algumas despesas para nos divertir aqui e também em outras cidades. Acabamos de chegar de Salvador, passamos o feriado prolongado aproveitando a cidade após o XuChá que ocorreu na Arena Fonte Nova na semana passada”, disse o enfermeiro Matheus Araújo.

Assim como Matheus, muitos sergipanos fazem também buscam os calendários dos eventos de outras cidades e vão se divertir. A indústria do entretenimento tem mão dupla: uma cidade ajuda o fortalecimento da economia da outra.
Enquanto Aracaju recebe mais turistas em períodos de grandes eventos registrando aumento de até 40% no aeroporto e rodoviária, a procura é grande por eventos em Salvador, Recife, Maceió, Rio de Janeiro e São Paulo. De
acordo com estimativa da Infraero, a procura por voos com destino a estas cidades cresce em cerca de 30% no período de grandes eventos como carnaval, Rock in Rio e grandes festivais. O aumento da procura segue no
Terminal Rodoviário José Rollemberg Leite, a Socicam, informou que os destinos mais procurados são Salvador, Maceíó e Recife.

Joanna faz show em prol do externato São Francisco em Aracaju

Gladston faz convite para o ‘Sarau Du Rosa’ em Aracaju

Previous Gladston faz convite para o ‘Sarau Du Rosa’ em Aracaju
Next PM apreende meia tonelada de maconha durante fiscalização em Cristinápolis