Exoneração de 330 cargos de comissão em Cristinápolis revela que prefeitos não se planejaram


João Dantas vai reduzir a folha de pagamento
que estava em R$ 2 milhões e 700

 

Depois da Prefeita de Monte Alegre exonerar todos os cargos da Prefeitura, agora foi a vez do prefeito de Cristinápolis mandar 330 servidores comissionados para casa. Todos foram exonerados por João Dantas dos Santos (PDT), que explicou a redução dos custos da Prefeitura. Segundo o gestor municipal o valor da folha de pagamento girava em torno dos R$ 2,7 milhões e com as exonerações  as  contas vão aliviar.

Prefeito João Dantas dos Santos

Dantas lamentou a decisão política de cunho financeiro mas disse que a medida era necessária. “Nossa receita caiu bastante e tínhamos uma alta quantidade de servidores sem condição alguma de pagar. É uma decisão difícil, mas precisamos nos adequar à Lei de Responsabilidade Fiscal“.

A decisão foi publicada no Diário Oficial da cidade nesta quarta-feira, 11 , não sendo um caso inédito. Em Sergipe muitas prefeituras estão seguindo Monte Alegre.  A Prefeitura de Cristinápolis exonerou todos os cargos de confiança e de comissão deixando apenas os trabalhadores em cargos de comissão especial, aqueles que são os que têm contrato em vigor com o município, como médicos e professores.

O prefeito pontuou que não há possibilidade de recontratação dos comissionados. Iremos manter desta forma, porque estávamos gastando quase todo o dinheiro para pagar a folha”.

 

PM apreende meia tonelada de maconha durante fiscalização em Cristinápolis

Vereador Henrique responsabiliza prefeita de Monte Alegre pela crise do município

Previous Tribunal Eleitoral explica o que pode ocorrer com prefeito por prática de “caixa 2”
Next Empresas de gestão de obra oferecem reforma sem dor de cabeça