Zezé di Camargo e Luciano falam de amor no Prodigy Aracaju


Mirosmar jamais pensou que se tornaria Zezé Di Camargo. Esse nome era o seu futuro que começava lá em Pirenópolis, no interior de Goiás, onde nada havia além da incerteza no coração de seu pai, Francisco, de como seria a vida de seus filhos. Zezé descobriu a música e caiu no mundo formando dupla com o irmão Welson David, que veio substituir o falecido Emival. Nascia Zezé di Camargo e Luciano. A dupla, de maior sucesso no Brasil, se apresenta no próximo dia 10 no Beach Resorts Aracajú, a partir das 20h.

Zezé & Luciano, em sua caminhada, conseguiu se tornar a dupla sertaneja de maior sucesso da atualidade. Os irmãos realizam em média 130 shows por ano e despontam com mais de um milhão de cópias por CD lançado, participação em campanhas publicitárias e licenciamento em várias marcas. Pela estrada, título do álbum que reúne os maiores sucessos dos sertanejos, os irmão Camargo, deixaram na boca e no coração do povo canções jamais esquecidas a exemplo dos hits: No dia em que saí de casa, É o Amor, Pra não pensar em Você, Pare e tantas outras.

NA ESTRADA

A história desses dois meninos, vindos da vida humilde do interior do Brasil, contou com a força de seu pai, Francisco Camargo e com a determinação dos jovens que tiveram como inspiração astros da música caipira tradicional. Entre eles, Tonico e Tinoco.  Seu Francisco, um lavrador de Pirenópolis, acalentava um sonho: ter dois filhos homens que pudessem formar uma dupla sertaneja. Quando nasceu Mirosmar José, o primogênito da família Camargo, cobrou da mulher, dona Helena: – Agora precisamos da segunda voz. Um ano depois nascia Emival, o parceiro que faltava.

Zezé, o filho mais velho, completou três anos, ganhou do pai uma gaita. Mais tarde, com o dinheiro que vinha da lavoura, seu Francisco comprou uma sanfona e um violão para os filhos, que àquela altura já formavam a dupla Camargo e Camarguinho. “Como eles tinham vergonha, eu dava dinheiro escondido para os outros pagarem os dois depois que cantassem. Era para incentivar…”, relembra seu Francisco.

A dupla enfrentou diversas barreiras, até chegar ao topo do sucesso nos anos 90 com a música É o Amor, gravada por diversos artistas inclusive a diva Maria Betânia. Hoje, Zéze di Camargo e Luciano é dupla referência para os jovens sertanejos que brotam no interior de Goiás e não encontram limites no mundo.

 

Leia mais:

Tempero de Sítio sem sair da cidade

Anterior Curso Arena afasta professor Rafael Santana e aguarda apuração dos fatos
Próximo Figueiredo faz agenda paralela e reduz expediente na Controladoria