Acompanhe notas sobre veículos


Foto: Koenigsegg

Por Anderson Christian

FIM DE UMA ERA

Acabou! Isso é o que se pode dizer do supercarro mais veloz do mundo, o Koenigsegg Agera, com recorde de 455,6 km/h em um quilômetro lançado e 457,9 km/h em um trecho de rodovia em Nevada, nos EUA. É que a versão RS, responsável por esses feitos, produzida desde 2015 com motor V8 de 5,0 litros com dois turbos e 1.160 cavalos, potência depois elevada a 1.360 cavalos, encerrou sua carreira. A produção inicial de 25 unidades foi estendida a 27, incluindo dois carros de teste da empresa, e chegou a 30 com os três exemplares da Final Edition.

DE MUDANÇA

Foto: Honda

A Honda transfere sua produção de automóveis no Brasil da fábrica de Sumaré para a de Itirapina, ambas em São Paulo. Pronta há algum tempo, mas ainda inativa, a unidade de Itirapina passará a produzir todos os modelos da marca em um processo gradual entre 2019 e 2021, começando pelo Fit. Sumaré ficará com a produção de motores e componentes, desenvolvimento de automóveis, estratégia e gestão dos negócios do grupo Honda.

 

 

Previous Vereador de Capela distribui comedouros para alimentação de animais abandonados
Next Confira os classificados CINFORM