Equipe da FPI/SE resgata animais silvestres no interior sergipano


(Fotos: Divulgação/Ascom FPI/SE)

A equipe “Fauna” da Fiscalização Preventiva Integrada resgatou, na manhã da última terça-feira (8), sete pássaros silvestres que estavam em uma residência na zona rural de Japoatã. Na residência ainda foram apreendidas uma arma de fogo calibre 12, duas munições intactas e uma já deflagrada.

A ADEMA lavrou um auto de infração e apreendeu os animais silvestres. Já a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que dá apoio às equipes de fiscalização, realizou os procedimentos criminais em decorrência da posse ilegal de arma de fogo.

Durante a fiscalização dos técnicos e policiais, 229 animais mantidos em cativeiro foram resgatados em povoados do município de Japoatã e outras três armas de fogo foram encontradas e apreendidas.

MAIS ANIMAIS APREENDIDOS

Somente no primeiro dia de fiscalização, na segunda-feira (7), os técnicos da ADEMA, SEMA, IBAMA, CBHSF e os policiais da PRF e da PM conseguiram resgatar 294 animais da fauna brasileira, sendo 37 jabutis e 257 aves, que estavam sendo mantidas em cativeiro de forma irregular nas cidades de Japoatã e Propriá.

Todos os animais resgatados pelas equipes da Fiscalização Preventiva Integrada da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco em Sergipe (FPI/SE) são enviados para a base da equipe Fauna, em Propriá. Lá veterinários e biólogos realizam os primeiros cuidados, separando cada espécime e alimentando de forma correta os bichos.

Os animais que estão aptos para soltura serão devolvidos a natureza. Já os animais que precisam de um pouco mais de tempo para se readaptarem em seu habitat natural, serão encaminhados para o CETAS, onde passarão por diversos cuidados até que possam ser recolocados na natureza.

Anterior Receita libera consulta de restituição do Imposto de Renda
Próximo Curso de tradutor e intérprete em Libras é aberto