Suspeito de liderar grupo que matou o Capitão Oliveira é morto pela polícia em AL


(Foto: Divulgação/SSP)

Dois homens foram mortos em confronto com a Polícia Civil sergipana na manhã desta quinta-feira (21). Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), um dos homens, identificado como Jonathas dos Reis Assunção, financiou toda empreitada criminosa contra o Capitão e era o maior interessado na morte do policial.

A segunda fase da Operação Rubicão aconteceu em Maceió (AL), onde Jonathas estava escondido com o seu segurança, identificado como Renato Reis de Godoy. Durante o cumprimento do mandado de prisão, os dois entraram em confronto com a polícia sergipana e não resistiram aos ferimentos.

O então comandante da Companhia Independente de Operações Policiais em Área de Caatinga (Ciopac), Capitão Manoel Alves de Oliveira, foi assassinado em abril deste ano na cidade de Porto da Folha. Segundo a SSP, o crime foi motivado pelo trabalho de repressão que vinha sendo realizado pelo Capitão.

Previous Polícia civil deflagra operação em Propriá; 11 pessoas já foram presas
Next Festival da Mandioca acontece em Lagarto