Argentina faz greve geral para exigir mudança na politica econômica do país


Foto: divulgação

As vésperas do jogo da seleção Argentina contra a Nigéria na Copa do mundo, que acontece na próxima terça-feira, 25, os argentinos iniciaram greve geral no seu país a fim de exigir mudança na política econômica do país.

Em sua terceira greve geral, convocada pela Confederação Geral do Trabalho (CGT), os argentinos são contra acordo aprovado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), em que colocou US$ 50 bilhões a disposição da Argentina para ajudar o pais a enfrentar a crise cambial, isto é, desvalorização de suas moedas por não pagarem dívidas externas.

O governo de Maurício Macri prometeu reduzir os gastos públicos e a inflação, que este ano deve chegar a quase 30%. Os líderes sindicais pedem aumentos salariais para fazer frente ao custo de vida, que em 2017 foi de 25% e garantias de que não haverá demissões.

 

Com informações da EBC

 

54 pessoas foram presas em Sergipe no último fim de semana

PSS para professor da educação básica, merendeiro e Projovem Urbano é autorizado

Anterior A SELEÇÃO DE OURO DO PARÁ
Próximo Menino ou menina: hora de revelar o sexo