Cope desarticula grupo que planejava ataque a carro forte no interior


(Fotos: Divulgação/SSP)

O mesmo grupo foi responsável pelo roubo
à agência bancária em Itabaianinha

Na última quarta-feira o Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope) deflagrou uma operação para desarticular o grupo responsável pelo roubo à agência bancária da cidade de Itabaianinha, no início de agosto. Sete homens entraram em confronto com a polícia durante a operação e acabaram indo a óbito.

Segundo a delegada Mayra Evangelista, a operação é fruto de uma investigação que teve início logo após o assalto, onde usuários e funcionários foram rendidos. Com a divulgação das imagens de câmeras de segurança, divulgação na imprensa e denúncias anônimas e apoio da Divisão de Inteligência (Dipol), foi possível identificar os envolvidos e evitar que uma nova investida criminosa fosse realizada.

“Após o assalto, as investigações pelas equipes do Cope tiveram início e progrediram com a identificação dos acusados. Com isso, chegou-se a um grupo em que o líder tinha como objetivo ataques a instituições financeiras, inclusive sendo responsável por um crime idêntico em 2016″, detalhou a delegada.

Ainda segundo a delegada, durante as investigações os policiais descobriram que o grupo se preparava para atacar um carro forte que estava a caminho de uma agência bancária em Japaratuba. “”Na tarde da terça-feira, quando se apurou que eles estavam programados para atentar contra um carro forte em Japaratuba, organizou-se rapidamente a operação policial para que evitasse que isso viesse a acontecer”, comenta.

No total, oito armas de fogo, coletes balísticos e munições foram apreendidos. Além dos sete homens mortos em confronto, uma mulher, identificada como Tainá do Nascimento Felix, foi presa. Ela confessou fazer parte da quadrilha e que recebia para fazer o transporte das armas.

Durante a operação de ontem, Caio Santos Soares, Wesley Santana Oliveira, Pedro Santana dos Santos, Welleson Santos Souza, Jerlan Carlos dos Santos Silva, Inácio Santos de Araújo e um homem ainda sem identificação foram mortos em confronto com a polícia. Na segunda-feira (3), um membro do grupo reagiu a abordagem e veio a óbito em Laranjeiras.

Anterior Máquina da Radioterapia do Hospital Cirurgia está quebrada
Próximo Presidenciável Jair Bolsonaro leva facada durante ato de campanha