O Exemplo Aho


Dá pra imaginar um restaurante que ficaria numa boa sem o carro da Torre por uma semana? A Casa Aho consegue. Consegue por que tem em seu DNA muita consciência ambiental. Do preparo ao descarte, a chef Naiara Correia faz da Aho um exemplo com reciclagem do lixo seco, compostagem do lixo orgânico, que inclusive ela dá aula de como fazer a quem quiser.

Pizza vegetariana: agrada qualquer carnívoro

Antes localizada na Reciclaria, ali em frente ao Aeroporto, a Aho agora tá na rua em frente ao Tecarmo. Passou o GBarbosa Sul, passou o condomínio, pode entrar ali no Beira Mar à direita que em poucos metros verá pintado em verde-esperança a logo do restaurante.

Ao entrar, um salão ao ar livre, embaixo de uma frutífera mangueira iluminada por gambiarras, mesas e uma casinha pra criançada brincar.

No menu, pizzas vegetarianas e veganas tão boas que você não sente falta da proteína animal.

Pedida certa sempre: Pêra com gorgonzola. Uma pizza de massa de farinha de trigo branca, molho de tomate caseiro de verdade, muçarela, pêras frescas e queijo gorgonzola. Combinação que dá cheiro, textura e sabor.

Mas uma nova foi ainda mais surpreendente. Pizza de brie com geléia de pimenta. Massa fininha, molho de tomate, muçarela e a suavidade do brie com a doçura apimentada da geléia.

A Casa Aho mais que uma pizzaria é uma escola. É onde a gente aprende sobre consumo, meio ambiente e respeito, sem fazer a menor força.

 

SERVIÇO
Onde fica:  R. dos Abaís, 175 – Aruana.
Quanto: Em geral, R$ 45 a pizza com 8 fatias e 2 sabores
Coisa boa: a energia. Ter contato com Nai reseta a gente.
Outra coisa boa: lá eles transformam o óleo de cozinha utilizado em sabão.
Outra coisa ainda melhor: a bem falada feijoada vegana. Na pilha de provar!
Funcionamento: sex e sáb, 18h às 22h. Dom, 11h30 às 14h; 18h às 22h.
Estacionamento: fácil

Anterior Roberto Carlos faz convite para show em Aracaju neste sábado
Próximo "Aquele de doze"