EDITORIAL: A coisa está mudando


Foto: Elo Concursos

Em toda eleição, quando se apuram os resultados, há sempre algumas surpresas. Neste ano, de todas, a mais surpreendente ¬ com desculpas pela redundância ¬ foi a eleição do desconhecido Valdevan Noventa.

Uma ascensão meteórica e uma queda vertiginosa! O que está acontecendo?

Valdevan foi reeleito presidente do Sindicato dos Condutores de São Paulo, partindo do distante município de Taboão da Serra, naquele estado do Sudeste brasileiro, onde já possui um filho, Johnatan Noventa, que, por sua vez, é o vereador mais jovem da história do município

Ao que indicam as investigações levadas a termo pelo Polícia Federal, que deflagrou a Operação Extraneus, houve irregularidades nas declarações de prestação de contas da campanha, apontando que o feliz Valdevan teria se utilizado de “laranjas” para justificar doações de campanha.

Quando John Kennedy se elegeu presidente dos Estados Unidos, o então poderoso Sindicato dos Caminhoneiros, que era controlado pela máfia, ao lado do célebre Frank Sinatra, foi decisivo para sua vitória, em função dos aportes financeiros de milhões de dólares para a campanha, de acordo com o livro “Sinatra – O chefão”, de James Kaplan.

Não se tem aqui a pretensão de comparar os dois casos, mas, que há semelhanças, há: como ¬ quem souber responda, por favor ¬ um sujeito, absolutamente desconhecido em Sergipe, digamos, por 99,9% dos sergipanos, consegue se eleger deputado federal, competindo com outros 123 candidatos, todos razoavelmente ou muito conhecidos no Estado?

Claro que existe algo pairando no ar, além de pássaros e aviões. O Super-homem, com certeza, não é. A coisa está mudando!

 

Previous Valdevan 90 investigado em São Paulo
Next Palestra sobre Câncer de Reto reúne profissionais da saúde em Aracaju