Edvaldo autoriza obra de infraestrutura da terceira etapa do Moema Mary


“Essa obra vai muito além de cimento, paralelepípedo e tubo. É dignidade, qualidade de vida e autoestima das pessoas que moram aqui”. A assertiva foi do prefeito Edvaldo Nogueira ao autorizar, na manhã desta sexta-feira, 1º, o início dos serviços estruturantes da terceira etapa do loteamento Moema Mary, localizado na zona Norte de Aracaju. Com a obra, a gestão municipal concluirá o projeto de infraestrutura que foi elaborado para a região, colocando fim a uma demanda histórica da comunidade. Para a etapa final serão investidos R$2,7 milhões, através de um convênio com o governo federal.  

“É uma alegria imensa assinar a ordem de serviço que completa todo o Moema Mary. Um local de difícil acesso, com muitas ladeiras e que gerava problemas para os moradores tanto no inverno, com a lama, como no verão, com a poeira.  São mais de 15 anos de sofrimento que vai chegar ao fim, com esse novo investimento. Há um ano e meio começamos os trabalhos com a primeira e segunda etapa. Essas já estão em fase de conclusão e em meados de abril vamos inaugurá-las. Ao todo, somamos mais de R$ 4 milhões em investimentos para o Moema Mary que transformarão por completo a vida das pessoas”, destacou Edvaldo.

Em seu discurso, o gestor municipal lembrou que, assim como as etapas anteriores, esta última contribuirá para a resolução definitiva dos alagamentos da avenida Euclides Figueiredo. “Consegui os recursos para realizar a obra da Euclides, mas sabia que se não fizesse o Moema Mary, todo o trabalho seria em vão, porque foi justamente a falta de drenagem e pavimentação do loteamento que acarretou na obstrução da rede de drenagem da avenida. Então começamos pela infraestrutura do Moema Mary e já nas outras etapas sentimos a diferença. Agora, encerramos um ciclo e isso meu deixa feliz, principalmente porque é uma região que faltava ser beneficiada com obras pelo poder público e que me comprometi em fazer durante a campanha”, ressaltou.

Edvaldo enfatizou, ainda, que a ação faz parte de um conjunto de obras previsto para a zona Norte. “Já assinamos ordem de serviço no Jardim Bahia, na Euclides Figueiredo, vamos assinar no Rosa do Sol e no Porto Gringo, em meados de abril. Estamos em busca de recursos também para o loteamento Copacabana. Com isso, vamos fechar, praticamente, toda a zona Norte com drenagem e pavimentação, levando serviços de qualidade para as comunidades que mais precisam, assim como fizemos nos mandatos anteriores”, salientou. 

O projeto

A execução da infraestrutura da terceira etapa do Moema Mary contemplará 10 ruas com serviços de terraplanagem, drenagem pluvial, rede de esgoto e pavimentação em paralelepípedo. Além do saneamento básico completo, a obra inclui a construção de calçadas em concreto, acessibilidade e implantação de placas de identificação das vias. O prazo previsto para conclusão da obra é de 10 meses.

“Somente com a conclusão desta terceira etapa é que eliminaremos definitivamente essa contribuição de areia para a avenida Euclides Figueiredo. É a solução definitiva de um problema que se arrasta por muito anos. Nas etapas anteriores, que estão, praticamente, finalizadas, foram realizados os mesmos serviços estruturantes, em outras ruas, além da contenção do morro que fica na localidade. Agora vamos finalizar em essa última etapa e não deixaremos nenhuma rua sem calçamento, drenagem e esgotamento sanitário”, detalhou o presidente da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), Sérgio Ferrari. 

‘Dias melhores’

Para quem reside no loteamento há mais de 15 anos, acompanhar a assinatura da ordem de serviço representa a esperança por dias melhores. É o caso da aposentada Edna Maria Tavares. “Já trabalhei muito, já caí muito na lama enquanto me dirigia para meu trabalho e conheço bem o sofrimento. Muitas vezes tive que voltar para casa e trocar de roupa para não chegar ao meu local de trabalho toda suja. Mas agora estou vendo a mudança acontecer e minha alegria é imensa, principalmente porque muitos prometeram e nada fizeram”, afirmou a senhora.

De mesmo modo, a dona de casa Rosangela Silva destacou que a obra “é a confirmação do compromisso de Edvaldo com a comunidade”. “Na última carreata ele disse que iria fazer o Moema Mary. Essas palavras ficaram gravadas na minha mente. Estava chegando em casa no momento e nunca esqueci. Hoje vejo que está acontecendo e que Edvaldo é um homem de palavra. Eu já vivo o milagre porque minha rua foi beneficiada na outra etapa, mas fico feliz em ver que outros moradores terão a mesma alegria”, enalteceu.

Estiveram presentes na solenidade os vereadores Antônio Bittencourt, Jason Neto, Fábio Meireles, Gonzaga, o presidente da Associação de Moradores do Moema Mary, Márcio Vieira, e secretários municipais.

Fonte: Prefeitura de Aracaju

Previous Saulo Fernandes faz show em Aracaju
Next Exposição que conta história de Aracaju segue em cartaz até março