Entrevista com o deputado estadual Ibrain Monteiro


Antes de ser eleito deputado estadual, Ibrain foi vereador e secretário municipal (Fotos: Divulgação)

“Não fui um vereador de ‘faz de conta’ e muito menos serei um deputado que só serve para enfeitar cadeira na Assembleia. O povo pode cobrar de mim uma atuação parlamentar completa, com total dedicação para ajudar a fazer de Sergipe um lugar cada vez melhor para se viver”

Às vésperas da posse como deputado estadual, a reportagem do CINFORM ouviu Ibrain Monteiro (PSC). Eleito com mais de 32 mil votos, o jovem político lagartense foi um dos seis mais votados para ocupar uma das cadeiras na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese).

O mais novo deputado estadual falou sobre a influência do seu pai em sua carreira política, sobre a esperança que o governador Belivaldo Chagas (PSD) consiga ajudar no desenvolvimento social e econômico do Estado, além do seu compromisso em fiscalizar e cobrar do governo que os direitos da população sejam garantidos.

Antes de se candidatar ao cargo de deputado estadual, Ibrain foi o vereador mais bem votado em sua cidade natal e se tornou presidente da Câmara dos Vereadores de Lagarto entre 2017 e 2018. Entre os seus projetos de lei aprovados, ele cita o que impede que obras inacabadas sejam inauguradas, a implantação da Ouvidoria Municipal, os incentivos às ONG’s de proteção aos animais e a instituição da Semana dos Idosos na Universidade Federal de Sergipe.

Ibrain foi o sexto deputado mais votado no Estado

CINFORM – Como o senhor descobriu a sua vocação para a política?

Ibrain – Além de coordenar suas campanhas políticas, tive o privilégio de desenvolver junto ao meu pai, Valmir Monteiro, enquanto prefeito do município de Lagarto em seu primeiro mandato (2009 e 2012), um marco na história do esporte e do lazer lagartenses. Realizamos os melhores eventos do interior de Sergipe, que possibilitaram a geração de empregos diretos e indiretos, aquecendo nosso comércio local. Entre as marcas registradas na minha gestão como secretário  estão o apoio ao Futsal Lagartense (campeão da Copa Nordeste e da TV Sergipe), Encontro Cultural de Lagarto, e o Festival da Mandioca, que se tornou o maior São João do interior.

Como o seu pai (Valmir Monteiro) lhe influenciou para seguir na vida política? Quais ensinamentos e valores ele lhe passou sobre a política?

Ibrain – Aprendi com o maior prefeito do interior sergipano ¬ que teve infância humilde e se tornou um grande empresário ¬ que o político tem que servir. Servir ao povo, aos mais carentes, àqueles que necessitam do poder público, sejam quais forem suas necessidades. Meu pai é um grande homem, crente a Deus, a pessoa que mais admiro e honro, e que me fez entender desde cedo que ajudar ao próximo é a maior virtude do ser humano.

Ibrain Monteiro e seu pai, Valmir Monteiro

O senhor já definiu se será da base governista ou da oposição?

Ibrain – Votei em Belivaldo Chagas no segundo turno por acreditar que ele é o melhor para nosso estado. Espero que ele dê uma guinada no nosso desenvolvimento social e econômico, gerando empregos e melhorando a segurança pública e a saúde, que são as áreas que mais precisam.

No seu entendimento, o que deve melhorar na gestão do estado de Sergipe?

Ibrain – Como falei, segurança pública, desenvolvimento social e geração empregos. Também precisamos de um olhar voltado para nosso interior sergipano, melhoria das nossas rodovias e estradas, iluminação pública e pavimentações. Espero, de coração, que a saúde melhore. Não podemos brincar com vidas humanas.

Quais são as suas expectativas e anseios para este primeiro ano de mandato como deputado estadual?

Ibrain – Como acompanhei de perto o mandato do meu pai, Valmir Monteiro, eleito quatro vezes como deputado estadual, tenho um pouco de conhecimento dos trâmites da Casa. Mas, como deputado estadual de fato, as expectativas são grandes. O que é novo nos assusta, mas prometo não decepcionar os sergipanos.

Ibrain Monteiro foi eleito deputado estadual com 32.059 votos

O que a população sergipana pode esperar da atuação do senhor na Alese?

Ibrain – Entre os meus muitos projetos, lutarei incansavelmente por projetos ligados ao transporte universitário, equoterapia, incentivo ao esporte amador e à agricultura familiar.

Sendo o senhor do bloco governista, como pretende fiscalizar e cobrar ações do governo?

Ibrain – Fiscalizar e cobrar é papel de todo legislador, independente se é da situação ou oposição. Representamos o povo que paga nosso salário, por isso a população exige respeito e dedicação para lutar pelos direitos que definem a cidadania plena. Não fui um vereador de “faz de conta” e muito menos serei um deputado que só serve para enfeitar cadeira na Assembleia. O povo pode cobrar de mim uma atuação parlamentar completa, com total dedicação para ajudar a fazer de Sergipe um lugar cada vez melhor para se viver.

Previous Moradores falam sobre o medo de rompimento da Barragem do Rio Poxim
Next Avião que desapareceu com jogador argentino é localizado