Prefeitura de Aracaju cede abrigo temporário ao Corpo de Bombeiros durante resgate em Brumadinho


Desde o dia 25 de janeiro, o Brasil vem acompanhando a tragédia do rompimento da barragem em Brumadinho (MG), que atingiu centenas de famílias da região. O Corpo de Bombeiros Militar do estado tem trabalhado intensamente nos resgates e buscas por desaparecidos desde então, sendo também necessário o apoio dos demais estados brasileiros, inclusive de Sergipe. Dessa forma, a Prefeitura Municipal de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), cedeu um abrigo temporário da Defesa Civil de Aracaju ao Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe, para que a assistência seja ainda mais eficiente.

O secretário municipal da Defesa Social e da Cidadania, Luís Fernando Almeida, considera a parceria imprescindível para o bom desempenho da missão. “É uma contribuição da Prefeitura Municipal de Aracaju, diante da determinação do prefeito Edvaldo Nogueira, que promove esse apoio ao Corpo de Bombeiros de Sergipe, para que a equipe possa atuar da melhor maneira possível nesse resgate”, afirma. O secretário comenta, ainda, as contribuições para o estado de Minas Gerais. “Prestando esse auxílio ao Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, procura-se minimizar a dor daqueles que ainda procuram por seus parentes, para que o quanto antes termine essa agonia”, declara o secretário.

Este abrigo temporário possui a capacidade de abrigar dez pessoas, e consiste em uma barraca de 4,60 por 5,50 metros (cerca de 25m²), composta por uma cobertura de lona, piso e peças estruturais, além de ferramentas de auxílio da montagem. A função da barraca é hospedar, provisoriamente, um grupo de pessoas que, por conta de situações adversas, se encontrem desabrigadas. Neste caso, o abrigo servirá como apoio à equipe do Corpo de Bombeiros, que precisa estar instalada o mais próximo possível do local do incidente, que é de difícil acesso e deslocamento.

​O capitão do Corpo de Bombeiros Militar, Alysson de Carvalho, irá comandar a operação em Brumadinho, e explica a contribuição do abrigo temporário para a missão. “O objetivo do Corpo de Bombeiros é ajudar, e não dar trabalho. Nós estaremos chegando com seis homens e quatro cães, e se esperássemos alojamento e estadia para os nossos cães, estaríamos levando mais um problema. Esse não é o nosso objetivo, nosso objetivo é levar solução”, afirma. O capitão comemora a parceria entre o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil de Aracaju. “Por meio dessa nobre parceria com a Defesa Civil Municipal, que nos cedeu gentilmente essa barraca, os militares terão alojamento durante a operação Brumadinho”, conclui.

Fonte: Prefeitura de Aracaju

Previous Música e viola caipiras poderão ganhar dia nacional
Next Fafen será multada por não ter autorização ambiental para hibernação