Netanyahu destaca que Brasil tem grande potencial em distintas áreas


(Foto: Alan Santos/PR)

Ao recepcionar o presidente Jair Bolsonaro hoje (31), em Tel Aviv, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, chamou-o de “meu amigo” e destacou a importância mundial do Brasil. Segundo ele, o Brasil é um país de grandes dimensões e potencial, demonstrando que sob a liderança de Bolsonaro, avançarão em distintas áreas.

“Acredito que, sob sua liderança, esse potencial será realizado não apenas para o Brasil, mas também para as relações entre Israel e Brasil no comércio, investimentos, tecnologia, agricultura, energia, turismo, em todos os campos”, disse no discurso de boas-vindas.

Netanhyahu reiterou que a chegada de Bolsonaro ocorre em um momento de tensão por causa dos atos militares na região da Faixa de Gaza, disputada entre israelenses e palestinos.

“O senhor vem a Israel em um momento tenso. Eu ordenei que as forças permaneçam totalmente implantadas ao redor da Faixa de Gaza. Isso inclui tanques, artilharia, forças terrestres e forças aéreas. Estamos preparados para qualquer cenário e, se necessário, uma campanha extensa. Faremos o que precisa ser feito para a segurança de Israel.”

Polêmica

Bem-humorado, o primeiro-ministro israelense brincou com Bolsonaro que conversarão sobre futebol e Pelé. Ele contou que houve um “debate interessante” com o filho caçula, Avner, que é “conhecedor” de futebol.

“Insisto que Pelé foi o maior jogador de futebol de todos os tempos. Meu filho Avner acha que Pelé foi um grande jogador, mas ele tem outros candidatos. Também discutiremos isso nos próximos dias, mas também estou certo de que você e eu chegaremos a um acordo total.”

Agenda

Bolsonaro e Netanyahu têm uma extensa agenda até o dia 3. Neste domingo, terão uma reunião privada, depois haverá um encontro ampliado com os ministros de ambos os países.

O presidente e o primeiro-ministro assinarão uma série de acordos bilaterais nas áreas de segurança, aviação, segurança nacional, ciência e tecnologia, saúde e água. À noite, será oferecida uma recepção quando haverá declarações à imprensa.

Amanhã (1º), Netanyahu e Bolsonaro visitarão o Muro das Lamentações e, na terça-feira (2), participarão da “Cúpula de Inovação Israel-Brasil”, um evento econômico entre empresários e empresas líderes em Israel e no Brasil. Os líderes então visitarão uma exposição de inovação.

Fonte: Agência Brasil

Previous Eslováquia elege primeira presidente mulher
Next Brasil envia insumos e medicamentos a Moçambique