Capacitação é uma chave para quem deseja se destacar no mercado


Soraya Contin, coach de carreiras (Fotos: Divulgação)

Diploma de graduação passou a ser um pré-requisito e não uma garantia de emprego

Engana-se quem pensa quem pensa que apenas um diploma de graduação é suficiente para se manter e se destacar no mercado de trabalho, que está cada vez mais competitivo. O diploma que antes era um sinal de “garantia” para conseguir um emprego, hoje se tornou apenas um pré-requisito para muitas profissões. Por isso, a capacitação é especialização se torna cada vez mais necessária nas mais diversas áreas e um fator chave para quem deseja se destacar e construir uma carreira sólida e de sucesso.

“A especialização é um diferencial competitivo que permite ao profissional executar atividades de modo eficiente e eficaz, não se restringindo somente a sua área de atuação, mas podendo ir além. É uma prova de que empreendedorismo, iniciativa e veia proativa estão entre suas virtudes. É o caso por exemplo, de um publicitário que deseja fazer uma especialização em Marketing Digital, ou de um Administrador que precise conhecer melhor sobre Gestão de Negócios”, comenta a coach de carreiras, Soraya Contin.

Soraya lembra ainda que, antes de procurar uma especialização, o profissional deve entender as suas habilidades e o retorno que pode ter, seja com relação às expectativas de seus empregadores ou clientes.

“É importante ressaltar que a escolha da especialização deverá ser feita de acordo com as reais potencialidades e habilidades do indivíduo, bem como, com as expectativas dos empregadores e clientes, ou seja, unir o útil ao agradável”, acrescenta.

EM TODAS AS ÁREAS

Viviane Cardoso trabalha há 12 anos com beleza

O investimento em especializações é uma preocupação nas mais diversas áreas. Sobretudo naquelas em que a concorrência é maior, como o da beleza. Viviane Cardoso hoje é dona de um estúdio de beleza especializado em alongamento de cílios e unhas.

Atuando na área da beleza há 12 anos, Viviane fez diversos cursos e até trabalhou como professora enquanto morava em Portugal, onde técnicas como o alongamento de unhas em gel é comum. Para ela buscar um diferencial é uma maneira de tornar o profissional único e isso atraia clientes.

“Hoje em dia temos sempre que buscar diferencial em tudo que fazemos, cursos que não temos aqui, capacitar se de maneira diferente nos torna únicos. Essa diferenciação dos demais é sempre importante para encantar os clientes que estão sempre em busca de modernidade e inovação”, comenta.

SAÚDE E ESTÉTICA

A área de saúde e de estética estão crescendo ainda mais, principalmente com o avanço das tecnologias. E junto com esse crescimento também aumenta a concorrência entre os profissionais que, além de saúde e bem estar, podem proporcionar uma melhor qualidade de vida e aumentar a autoestima dos clientes.

Dr. Edmo Matheus, dentista

O Edmo Matheus começou a atuar como dentista em 2008 fazendo cirurgias, implantes, além da parte clínica que um dentista iniciante executa. Porém, com o avanço da profissão e dos procedimentos que os dentistas passaram a ser autorizados a realizarem, ele passou a se especializar também em procedimentos de harmonização facial, que acabam complementando o tratamento odontológico.

“Quando os procedimentos de harmonização chegaram, aproveitamos para complementar o que faltava em alguns casos para deixar sorriso compatível com a face. Mas obviamente que as especialidades odontológicas mais antigas continuam sendo a base de nossa atividade. Mas a estética movimenta o mundo. Não seria diferente com um consultório odontológico. Foi engraçado perceber a diferença de faixa etária que começou a preponderar no consultório procurando rejuvenescimento e melhorias pontuais. De fato, tivemos que dividir a agenda entre procedimentos ditos convencionais e os estéticos funcionais de harmonização”, comenta.

Para ele, a capacitação é o ponto de partida para qualquer profissional que almeje alcançar bons resultados e na área da saúde essa capacitação é ainda mais prioritária, pois envolve a condição sistêmica e outras pessoas.

Previous Senado instala quarta-feira comissão que acompanhará previdência
Next UPA Nestor Piva na mira do Tribunal de Contas