Cidades do Piauí sofrem com enchentes após forte chuva


(Foto: Divulgação)

Teresina e mais 14 municípios do Piauí estão em estado de emergência, desde o final de semana, após forte chuva que atingiu o estado nordestino. Segundo a Defesa Civil do Estado, duas mil famílias foram atingidas pelas enxurradas no litoral do Piauí.

No último sábado, o governador Wellington Dias visitou a cidade de Parnaíba, uma das atingidas pelos alagamentos, e afirmou que é necessária uma parceria entre os municípios, o Estado e o Governo Federal para que o problema das enchentes seja resolvido. Além da construção de residências em áreas mais elevadas, o governador defende um projeto de macrodrenagem.

No sábado, o nível do rio ultrapassou a cota de inundação em Luzilândia. As águas do rio deixaram duas comunidades rurais isoladas e começou a invadir também a área urbana. Desde então, Bombeiros e Defesa Civil trabalham para retirar as famílias das áreas de risco.

O aumento no nível do Rio Poti também causou enchentes. Famílias foram retiradas de suas casas em Teresina entre a noite de sexta-feira e todo o sábado, quando o rio atingiu a sua cota de inundação. No domingo, o nível do rio baixou, mas ele segue na chamada cora de alerta.

Além da forte chuva que atingiu a região, uma outra preocupação é o anúncio de que a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) aumentou a vazão da Barragem de Boa Esperança, em Guadalupe, região Sul do Piauí, para 800 metros cúbicos por segundo neste domingo (7). No entanto, de acordo com a Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM), o Rio Parnaíba não deve atingir sua cota de inundação, exceto no município de Luzilândia, situado no Norte do estado, onde o nível tende a continuar subindo.

Previous Empresas do Simples têm até amanhã para inscrever empregado no eSocial
Next Temporal provoca alagamentos e deslizamentos no estado do Rio