Tirullipa adianta detalhes do novo espetáculo


Fenômeno da comédia, o humorista Tirullipa apresenta o show ‘Se você não for só você não vai’ em Lagarto, no dia 13 de setembro, às 20h, no Ginásio Ribeirão, e em Aracaju nos dias 14 e 15 de setembro no Teatro Tobias Barreto. No domingo, ele se apresenta ainda na Bienal do Livro, no Shopping Peixoto em Itabaiana. O espetáculo foi construído com tudo que o nordestino tem de melhor e mais engraçado, sua história.

O show do rei das paródias é um misto de piadas, músicas e claro, as paródias das músicas que fizeram sucesso e fazem sucesso nos palcos de todo o Brasil. É um espetáculo para ninguém colocar defeito com um cenário extremamente convidativo onde o humorista leva o espectador a uma viagem ao humor nordestino, o humor brasileiro e puro.

Tirullipa concedeu uma entrevista ao Olho Vivo e você confere agora:
OV- O espetáculo é uma forma de homenagear os nordestinos?
Tirullipa
– Sem dúvida, nossa linguagem, nossa garra, nossa cultura e a nossa força é muito muito importante para mim.

OV – O texto é baseado no seu próprio olhar desde a sua infância no Ceará?
Tirullipa
– Risos, é um misto de tudo o que eu vivi até hoje, levando para os palcos a vida de um humorista que tem história viu, oxe!

OV – As paródias que fazem muito sucesso, continuam no show? Quais as novidades?
Tirullipa
– As que fazem sucesso eu gosto de cantar e lógico que abro espaço para as novas também.

OV – Qual é a sua relação com os artistas que você faz imitações ou paródias? Eles entendem como homenagem?
Tirullipa –
Eles adoram, quando eu faço recebo elogios, recebo mensagens, sabem que eu amo fazer brincadeiras.

OV – O que o público sergipano pode esperar desse seu novo espetáculo?
Tirullipa
– Pode esperar o meu melhor, estou me superando cada vez mais.

OV – Faça o convite para seus fãs irem ao teatro prestigiar seu novo trabalho.
Tirullipa
– Queridos, Se você não for, só você não vai, se eu vou tu vai, ok?

Previous Bienal do Livro começa nesta quarta-feira em Itabaiana
Next Sociedade: confira os registros por Fredson Navarro