Dicas para fazer uma boa redação em um processo seletivo

7 Dicas para fazer uma boa redação em um processo seletivo

Se você não sabe escrever uma redação durante o processo seletivo, então essa é a hora de se preparar.

Talvez você não tenha vivenciado ainda isso, mas é comum algumas empresas pedem aos candidatos que escrevam uma redação em algum momento do processo seletivo.

Então, neste artigo queremos abordar sobre as melhores dicas sobre como fazer uma boa redação na hora do processo seletivo.

Além dessas dicas, indicamos que você faça um Curso de Redação Online com o objetivo de aprender mais sobre as regras da escrita.

Vamos lá?

Por que as empresas exigem uma redação no momento do processo seletivo?

Quando as empresas pedem aos candidatos que escrevam as devidas redações durante o processo de seleção, muitas vezes eles querem avaliar pontos como:

  • capacidade de se expressar pele escrita;
  • a maneira como você organiza seus pontos de vista e apresenta seus argumentos;
  • Seu conhecimento de linguagem e gramática.

Por conta disso, indicamos que é muito importante que você tenha cuidado para não cometer os devidos erros de português.

Como você deve escrever uma redação para conseguir um emprego?

A redação do processo seletivo costuma ter cerca de 20 ou 30 linhas. Os temas podem ser livres ou pré-determinados.

Escrever não é muito diferente do que você aprende na escola, quando está treinando para o vestibular.

Quer lembrar? Confira essas dicas:

  1. Como escolher um tema de dissertação

Se o tema for livre, você pode escolher um tema que combine com você.

O ideal é sempre falar sobre o seu trabalho, a sua área de atuação, sua carreira, as empresas que você já trabalhou e como ela está se saindo em sua área de atuação.

É importante escolher um tópico com o qual você esteja familiarizado e compartilhar algumas experiências pessoais, se possível. A propósito, isso pode ser uma grande diferença porque torna seu argumento diferente do seu concorrente.

Por exemplo, se você continua investindo em treinamento, uma ideia é que você deverá falar sobre a educação continuada. Você poderá começar falando sobre a importância de acompanhar os tempos, compartilhando suas experiências, o que você aprendeu, e sobre os cursos que você tem em seu currículo.

Evite tópicos que podem causar confusão, incluindo tópicos abertamente controversos, como política, religião e futebol, e tópicos potencialmente incompreendidos, como família (com ou sem filhos), etc.

  1. Divida o texto em partes

Você provavelmente terá que escrever uma dissertação. Lembra o que é isso? A redação, que é muito comum no vestibular, é dividida em três partes: introdução, argumento e conclusão.

Na primeira parte do corpo, você tem que pensar no assunto, mesmo que seja da empresa. Declare a ideia que deseja defender. O melhor é sempre escolher um caminho que você deverá seguir.

Ou seja, mesmo que você ache que uma questão é “relativa”, escolha um lado e discuta. Essa escolha clara reduz suas chances de se perder em uma discussão.

Na segunda parte, apresente seu argumento. Porque você acha isso? O que você leu para citar? Mencionar sempre os escritores, jornalistas, pesquisadores e até sobre casos reais que darão mais peso ao seu argumento.

Na terceira parte, volte à ideia original e apresente as devidas conclusões, fechando o que foi apresentado dentro do texto.

Leia também: Testar aplicativo dá dinheiro na internet

  1. Faça um “plano”

Com o objetivo de não se perder no texto, crie um esboço no canto da página ou mesmo mentalmente para o que pretende escrever.

Por exemplo, se o tópico proposto for “Educação Continuada”, como sugerimos acima, pense sobre quais ideias você está defendendo, sobre o que está discutindo e quais conclusões está tirando.

Filosofia: O crescimento na carreira é inseparável da educação;

Argumentos: tudo está mudando rapidamente, o conhecimento da graduação é obsoleto;

Conclusão: O investimento contínuo em educação teve um grande impacto na minha carreira.

  1. Linguagem simples e direta

Se escrever não é seu trabalho nem seu hobby, então a tarefa pode ser estressante para você. Isso significa que agora não é hora de correr riscos.

É melhor usar frases curtas que seguem uma fórmula sólida Sujeito + Verbo + Complemento. Seja objetivo e evite palavras que você não tem certeza de seu significado.

Por exemplo, as pessoas costumam usar “confiança” como uma qualidade de alguém que “faz tudo certo”. A determinação é uma característica de uma pessoa “decisiva”, ou seja, alguém cuja atitude e palavras mostram firmeza, uma pessoa que é direta sem distinção entre o certo e o errado.

Evite correr riscos para não afetar a compreensão do leitor. Claro, preste sempre muita atenção com a gramática, pontuação, coerência e coerência do texto.

  1. Evite gírias e termos redundantes em inglês

Mesmo que você seja proficiente no idioma, evite termos muito usados ​​no Brasil.

Por exemplo, evite dizer previsão em vez de previsão, lucro em vez de lucro, etc. A gíria também não favorece o seu texto.

  1. Deixe o texto claro e coerente

Pense que o texto em si deve ser compreensível para quem vai lê-lo. Se você tiver que acompanhar e explicar do que está falando, ele não é bom o suficiente.

  1. Pratique a escrita

Escrever sempre será uma habilidade que você deverá desenvolver através da prática. Isso significa gastar tempo escrevendo e lendo bons livros.

Tenha em mente que somente essas dicas não será o suficiente para saber escrever uma redação. Idealmente, você deverá treinar para escrever, além de escrever, indicamos que você faça Curso de Redação.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Certificado Cursos Online, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre cursos, educação e diversos segmentos.