Nutrição e desenvolvimento dentário: entenda mais sobre

Nutrição e desenvolvimento dentário: entenda mais sobre

A nutrição tem uma relação direta com o desenvolvimento dentário. Isso porque os nutrientes são convertidos em energia para a formação de novos compostos para a estruturação das funções celulares, como a construção e destruição dos tecidos.

Dessa forma, a nutrição pode causar alterações durante o desenvolvimento dentário, alterando a qualidade e a quantidade de saliva e afetando o sistema imunológico, tornando os dentes mais propensos à formação de cáries.

Ou seja, os fatores nutricionais possuem um papel fundamental no desenvolvimento dos dentes de lente, principalmente em comparação ao período curto de mineralização com o período dos permanentes.

Entre os principais nutrientes que devem ser consumidos durante o tempo em que os elementos dentários são formados, podemos destacar:

  • Cálcio;
  • Fosfato;
  • Protéico-energético;
  • Vitaminas A, C e D.

Para entender mais sobre a relação da nutrição com o desenvolvimento dos dentes, e como isso pode influenciar no tratamento com aparelho invisível ou não, confira os tópicos a seguir.

Alimentos que podem ajudar no desenvolvimento dentário

Assim como existem alimentos que podem prejudicar o processo de dentição, como os ricos em açúcares e carboidratos, também existem aqueles que podem ajudar na saúde e cuidados com os dentes.

Por isso, manter uma dieta nutritiva é imprescindível para garantir o desenvolvimento dentário e a saúde bucal. Existem alimentos que fortalecem os dentes, já outros podem ajudar a prevenir os problemas bucais e a preservar as facetas de resina.

A seguir, listamos alguns alimentos que você pode incluir na sua dieta e usufruir dos seus nutrientes para ter dentes fortes e saudáveis:

  1. Leite e seus derivados

O leite e seus derivados são ricos em proteínas capazes de reduzir a acidez bucal, o que ajuda a proteger o esmalte dos dentes. 

Além disso, contém nutrientes como o cálcio e o fósforo, que auxiliam na estruturação dos dentes, deixando-os firmes e fortes para o uso de aparelho ortodôntico invisível, caso a pessoa precise desse tipo de tratamento.

  1. Peixes

Os peixes como o salmão e a sardinha são fontes ricas de vitamina D e cálcio, nutrientes que ajudam no fortalecimento dos dentes e ossos do corpo. 

Porém, é importante frisar que os benefícios da sardinha são menores devido à concentração de nutrientes.

  1. Maçã, pêra, pepino e cenoura

A maçã, a pêra, o pepino e a cenoura são comidas ricas em fibras. Durante a mastigação desses alimentos, ocorre a limpeza dos dentes, pois eles ajudam a remover a placa bacteriana. Mas lembre-se, o consumo deles não substitui a escovação.

  1. Ovos

Os ovos são uma fonte fundamental de proteína, pois possuem uma alta concentração de vitamina D. 

Diante disso, consumir ovos na medida adequada contribui para a fixação do cálcio e fortalecimento do esmalte dentário.

  1. Morango

O morango é um alimento rico em vitamina C, além de ser uma importante fonte de ácido málico. Essa substância funciona como um adstringente natural, o que mantém a limpeza dos dentes e contribui na redução das manchas, como se fosse um clareamento dentário

Alimentos que podem prejudicar o desenvolvimento dentário

Assim como existem os alimentos que fortalecem e protegem os dentes, também existem aqueles que podem prejudicar a saúde e a estética bucal. Para evitar que os problemas bucais ocorram, é preciso diminuir o consumo desses alimentos.

Entre os alimentos que podem prejudicar a saúde bucal estão:

  • Café;
  • Doces;
  • Bebidas alcoólicas;
  • Frutas cristalizadas;
  • Bebidas e frutas ácidas;
  • Farinha de trigo branca.

Os alimentos como o café e as bebidas e frutas ácidas ainda podem causar manchas nos dentes. 

Nesse caso, é preciso realizar um clareamento a laser para reverter a situação e deixar os dentes livres de manchas.

Entretanto, mesmo que a sua refeição seja rica em alimentos que ajudam a fortalecer o desenvolvimento dentário e a remoção de sujeiras, ainda é muito importante manter uma limpeza bucal periódica e adequada.

Leia também: Marketing digital pode ser uma furada?

Somente com a escovação, o uso do fio dental e do enxaguante bucal será possível realizar uma higiene bucal capaz de remover a placa bacteriana e proteger o seu sorriso de doenças bucais como a gengivite e a periodontite.

Por fim, visitar um dentista de sua confiança de modo regular é essencial, isso porque ele vai acompanhar como anda a sua saúde bucal e recomendar os tratamentos necessários para garantir que nenhum problema prejudique a estética e a saúde da sua boca.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.